quarta-feira, 22 de março de 2017

A caminho de Mértola

Trigal
A caminho de Mértola
O Zeca Afonso cantaria:
- verdes são os campos...

sexta-feira, 17 de março de 2017

SEGREDO


3 h

Venho aqui

deixar-te um poema
debaixo da pedra
debaixo da folha
debaixo do choupo...
É um segredo
que nem as águas do riacho
que correm ao lado
sabem !...

Eduardo Aleixo
Mértola, Julho de 2013

sexta-feira, 10 de março de 2017

Na noite escura


Na noite escura
só as luzes dos candeeiros derramadas sobre as ruas desertas
abandonadas
solitárias
silenciosas
as casas fechadas sem luzes nas portas e janelas
Apenas os cães ladram...
- Tanta falta fazem o brilho das estrelas cintilando no céu
e os sinais da presença dos homens sobre a terra!...
Eduardo Aleixo
5 de abril de2014

Que só nos sonhos se revelam

Os momentos em que os seres se retiram
Quantas vezes são 
Os de mais intensa comunhão 
Clarividência 
Leitura luminosa das páginas 
Porventura por escrever ainda
Calendários desenhados
Nos caminhos
Traçados
Nas águas profundas
Que só nos sonhos se revelam.....

.
Eduardo Aleixo-2015

sexta-feira, 3 de março de 2017

FLAUTA

Cada vez gosto mais do que é simples.
Por exemplo, esta cana!
É uma flauta.
Dá música.
Que se espalha pelos campos.
E é respeitada pelos pássaros.
.
2014- Eduardo Aleixo

quarta-feira, 1 de março de 2017

O problema...

O problema não é a existência das máscaras, nem o egocentrismo fútil das personalidades, mas o conhecimento consciente das aspirações e necessidades do EU, ou seja....da Alma.
Eduardo Aleixo
Lx, 1 de Março

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Sonhos lembrados

E agora vou mergulhar no mundo estrangeiro da noite, mapa sem países, constelações de encontros sublimes, de onde peço aos anjos me tragam sonhos lembrados para que eu possa discortinar se são espelhos meus ou se são recados do céu. Durmam bem.

Eduardo Aleixo

domingo, 19 de fevereiro de 2017

SEJA BEM- VINDO, SIGNO DE PEIXES

Glifo: dois peixes interligados nadam em direcções opostas, representando a natureza vacilante, indecisa do Peixe.
Período: de19 de Feverero a 19 de Marçp
Regente: Neptuno e co-regente: Júpiter
Casa Natal: 12ª
Qualidade: Mutável
Elemento: Água
Polaridade: Negativa

Palavras-chave: compaixão, impressionável, receptivo, vacilação, imaginação, maleável, misticismo, transcendente, união, sonhador, confusão, esquivo, modesto

Personalidade: a sua personalidade é tipicamente vaga e dispersa: o Peixe não sabe onde ele próprio termina e onde começa o outro. Comporta-se como uma esponja psíquica, absorvendo sentimentos e impressões aqui e além.
Gentil, o Peixe jamais magoaria alguém deliberadamente e tem dificuldades em dizer não. O nativo típico deste signo tem tendência para se fazer de vítima e é exímio a gerir atitudes de agressão passiva. Mais que desagradar a alguém abertamente, prefere assumir compromissos que não tenciona respeitar ou fazer promessas para logo as quebrar. À semelhança dos peixes do glifo, esta personalidade é puxada em duas direcções diferentes ao mesmo tempo. Por um lado é a bondade em pessoa, por outro é passivamente manipuladora. Vacilando entre os dois, não admira que este signo tenha dificuldade em lidar com a realidade do dia-a-dia.
Mente: a mente pisciana é irracional e intuitiva – ou ilusória e falsa. Fluindo livremente pode penetrar no domínio do místico e do transcendente. O Peixe busca a união com o divino e ligado a energias universais pode aceder a fontes de informação supra- normais. Este signo é capaz de alcançar a fusão mental com outra pessoa, o que lhe permite pôr-se no lugar do outro.

Emoções: para o Pexe a emoção justifica praticamente tudo na vida. Trata-se de uma personalidade fluida, que reage a todo e qualquer estímulo emocional de forma indiscriminada. Correntes emocionas empurram o Peixe primeiro numa direcção, depois noutra. Regra geral este signo tem dificuldade em saber o que realmente sente, pois absorve facilmente os sentimentos e as sensações dos outros.
Tem bom coração, comovendo-se facilmente com a infelicidade dos outros. Nenhum outro signo é tão propenso ao sentimento de culpa como este. Dado à auto-incriminação e à auto-flagelação o Peixe entrega-se a uma angústia criada pelo pensamento de todos aqueles que sofrem e todos aqueles que ele próprio desapontou.

Forças: o Pexe é o signo mais intuitivo e empático do zodíaco, dotado de imensa imaginação e capacidade de compreensão.

Fraquezas: tem dificuldades em lidar com as duras realidades do mundo. Quando a confusão se instala, este signo manipulador não consegue distinguir a verdade da realidade e falta à palavra.
Sombra: a sombra de Peixes é um mártir que se sente explorado e usado. Esta sua faceta é produto da incapacidade de reconhecer a altura de parar de dar e deixar de fazer tudo por alguém. Uma das suas principais características é o sentimento de culpa e a consequente necessidade de expiação e auto-sacrifício.

Carma: o desafio cármico é aprender a sentir compaixão sem assumira a dor do outro.

Aprecia: tudo o que é romântico, artístico e místico¸ musica, teatro e artes; e mar.

Não aprecia: pormenores, prazos, realidade, dizer a verdade quando pode magoar alguém.
(Texto retirado da obra: " Bíblia da Astrologia - JUDY HALL "
GostoMostrar mais reações
Comentar

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

O CARDO

Gosto do cardo 
porque é belo
e mostra ao ceu
os espinhos da Terra

Eduardo Aleixo
.
( em todas as datas e lugares )

domingo, 12 de fevereiro de 2017

A chuva cai

A chuva cai
sobre os brancos malmequeres
na terra pesada....
- Que os meus sonhos sejam leves !
Eduardo Aleixo
Lx, 10 de Fevereiro
Fiquei com pena de não fotografar os malmequeres.
Mas não faz mal.
Eles veem-se no poema.

Eram duas estrelas !

Debaixo da chuva cruzei-me com uma velhota com ar só e triste.
Disparei:
- Bom dia...
Ela ergueu o rosto e disse:
- Bom dia, senhor...
E os seus olhos cintilantes
eram duas estrelas!...
Eduardo Aleixo
Manhã chuvosa de Fevereiro 

sábado, 4 de fevereiro de 2017

VOU LEVE

Vou leve
Voo
Mas levo comigo
Tudo o que fui
No que sou...
.

Eduardo Aleixo
.
Agora